PONTUAL_NOTÍCIAS
Logo Goiás
1
344-x-213px-3
3
LOGO
SE-001-21-WEBBANNER-344x213
1
344x213
929x176.gif
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
WhatsApp Image 2021-02-22 at 11.02.59.jp
Buscar
  • TV PONTUAL

Presos fogem após caminhão invadir presídio em Itumbiara, GO



Ação ocorreu na Unidade Prisional Sarandi, em Itumbiara, nesta madrugada. Houve tiroteio e detento foi baleado; 13 conseguiram fugir e são procurados.

1

Treze presos fugiram da Unidade Prisional José Antonio Garrote (Sarandi), em Itumbiara, no sul de Goiás, na madrugada desta segunda-feira (17). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), criminosos armados invadiram a unidade usando um caminhão e outros quatro veículos deram cobertura. Houve troca de tiros com as forças policiais e um 14º fugitivo foi baleado. Ele foi socorrido e segue internado.

A fuga ocorreu por volta das 2h. Com o caminhão, os suspeitos quebraram três alambrados e tiveram acesso ao presídio. Segundo a SSPAP, agentes penitenciários, com apoio de policiais militares que estavam na região, tentaram impedir a saída dos detentos, mas eles conseguiram pular o muro. Porém, os suspeitos que prestavam apoio à fuga iniciaram um tiroteio.

saiba mais

  • Em rebelião, presos rendem agentes, roubam armas e fogem de cadeia

  • Detentos fazem motim e destroem parte de presídio em Itumbiara, GO

  • Polícia busca 16 detentos que fugiram de presídio em Itumbiara, GO

  • Motim é controlado após fuga de 9 presos em cadeia de Itumbiara, GO

Na ação, o detento Marcos Rogério de Souza acabou baleado. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal de Itumbiara. De acordo com o diretor clínico da unidade, Ernane Rodrigues, o estado do preso é considerado regular.

“Ele foi atingido por um tiro na coxa e esse projétil se alojou na musculatura. Não teve lesão de grandes vasos, nem lesões ósseas e nem fraturas. Ele continua em observação sobre os cuidados da equipe de cirurgia, que vai decidir se vai ou não retirar esse projétil”, explicou o médico. A SSPAP destacou, ainda, que foi instaurado um procedimento administrativo para apurar a fuga e que uma força-tarefa está em busca dos fugitivos. “Equipes do Grupo de Operações Penitenciárias [Gope], Grupo de Operações Regional [Gore], Polícia Militar, Polícia Civil e serviços de Inteligência da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária já estão empenhados em recapturar os fugitivos e em prender os responsáveis pelo ataque”.

No entanto, até o início da tarde desta segunda-feira, os 13 detentos que conseguiram fugir não tinham sido recapturados