• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
1.jpeg
Buscar
  • TV PONTUAL

Casal pode ter sido morto por ligação de jovem com crimes, diz tio


Rapaz, de 25 anos, e namorada, de 16, foram mortos a tiros, em Goiânia. Polícia ainda apura o caso, mas informou que vítima tinha passagens.


Corpo de Uenio é enterrado; tio suspeita de elo com crimes (Foto: Murillo Velasco/G1)

O corpo do jovem Uenio Leite da Silva, de 25 anos, encontrado morto junto com a namorada, Andressa Cristina Marçal Souza, de 16, foi enterrado na tarde desta sexta-feira (2), em Goiânia. Tio do rapaz, o motorista Warner José Leite suspeita que o homicídio tenha relação com crimes que a vítima já havia cometido. Segundo a polícia, o rapaz tinha passagem por posse de drogas, roubo, disparo de arma de fogo e lesão corporal.

"A convivência dele com a família era tranquila, não era agressivo. Nós já sabíamos da relação dele com a moça. Pode ser que a morte dele tenha envolvimento com algum crime que ele tenha cometido. A gente não pode descartar nenhuma hipótese, porque quem está mexendo com coisa errada está sujeito a qualquer consequência", disse Warner ao G1.

saiba mais

  • Corpo de adolescente achada morta com namorado é velado em Goiânia

  • Família e amigos temiam pela vida de garota achada morta com namorado

  • Mãe recebeu mensagens sobre morte da filha e namorado: 'Era inocente'

  • Casal é encontrado morto após ficar dois dias desaparecido em Goiânia

O sepultamento de Uenio ocorreu por volta das 16h40, no Cemitério Municipal Jardim da Saudade, Setor Maísa, em Goiânia. Cerca de 20 pessoas compareceram à cerimônia.

Já o corpo de Andressa é velado no Cemitério Jardim das Palmeiras. O enterro está previsto somente para sexta-feira (3), às 9h.

Desaparecimento Andressa e Uenio foram encontrados mortos na madrugada desta quinta-feira (2), na casa do rapaz, no Setor Chácaras Retiro, em Goiânia. Os parentes dizem que a garota saiu de casa por volta do meio-dia de terça-feira (28) e não fez mais contato. Na quarta-feira (1º), a mãe diz que recebeu uma mensagem anônima no celular avisando que o casal tinha sido morto a tiros.

A morte do casal é apurada pelo delegado Marco Aurélio Ferreira, da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH). Ele disse que ainda não pode adiantar nenhuma informação sobre a motivação do crime. Nenhum suspeito foi preso até o início da tarde desta quinta-feira.

Mais cedo, o assessor da Polícia Civil de Goiás, delegado Gylson Mariano, explicou que o crime pode ter sido motivado por um acerto de contas. "Testemunhas nos relataram informalmente que ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas e isso pode ser o motivo do crime", disse.


Casal foi encontrado morto dentro de casa onde Uenio morava, em Goiânia (Foto: Reprodução/ Facebook)

A Polícia Técnico-Científica também foi até a casa onde os corpos foram achados. Segundo o perito Ricardo Matos, a suspeita é de que as mortes foram premeditadas. “As características mostram que os autores agiram no momento em que as vítimas estavam em repouso, estavam sem chance de defesa”, contou. Segundo ele, Uenio levou três tiros e a adolescente, dois.

Relacionamento A mãe de Andressa, a dona de casa Mara Sandra Marçal Rodrigues, de 36 anos disse que era contra o relacionamento e temia que algo errado acontecesse com a garota. “Eu não gostava dele, tinha medo de que acontecesse algo ruim. Agora eu fiquei sem minha filha. Por que esse cara [autor do crime] matou minha ela também? Ela não fazia maldade para ninguém,” lamentou.

Andressa deixa um filho de 1 ano e 8 meses, fruto de um relacionamento anterior. Mara Sandra teme pela forma como o bebê vai reagir. “Ele ainda mama no peito e já está sentindo falta da mãe. Por que Deus deixou isso acontecer com a minha filha? Por que isso aconteceu? Agora meu netinho ficou sem mãe, tão novinho, é triste demais”, disse.


Família de Andressa era contra o relacionamento dela com Uenio (Foto: Reprodução/ Facebook)

Velório

O velório de Andressa começou na tarde desta quinta-feira. Sob forte comoção da família, a funerária chegou ao local com a garota por volta de 15h45. Muito emocionados, parentes e amigos se despedem da menina.

Assim que o corpo chegou, a mãe da a dona de casa Mara Sandra Marçal Rodrigues, de 36 anos, teve de ser amparada. Chorando muito, ela se debruçou sobre o caixão. Já o irmão de Andressa, Tiago Henrique Marçal, de 21, quase desmaiou. Ele também precisou receber ajuda.

A bisavó de Andressa, Divina Lázara Marçal, também muito emocionada, questionava: "Meu Deus, por que, meu Deus?". Ela disse ainda que espera que os responsáveis pelo crime sejam punidos.

"Porque fizeram isso com ela? Eu quero justiça. A pessoa que fez isso com ela não podem ficar solta, se não vai fazer com outra o que fez com ela. Quero a justiça de Deus e a dos homens", reclamou.


Corpo de adolescente achada morta com namorado é velado em Goiânia (Foto: Vanessa Martins/G1)