PONTUAL_NOTÍCIAS
Logo Goiás
1
344-x-213px-3
3
344x213 TVPO
LOGO
344x213
1
929x176 TVPO.gif
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
WhatsApp Image 2021-02-22 at 11.02.59.jp
Buscar
  • TV PONTUAL

Trabalhador rural reencontra irmãos que não via há 40 anos, em Goiás (Pontalina-GO)


Duas irmãs e um irmão fizeram surpresa para ele em Pontalina, GO. Parentes se separaram após morte da mãe, durante parto do 8º filho.


Adelina Lopes reencontra irmão José Lopes após 40 anos, em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O trabalhador rural de Pontalina, no sul de Goiás, José Lopes de Souza, de 48 anos, reencontrou, após 40 anos, os irmãos que não via desde a infância. Ao saber que ele tinha o desejo de reencontrar a família, as irmãs Adelina e Delira, que vivem em Goiânia, e o irmão João, que vive em Aloândia, no sul goiano, foram ao encontro dele.

A família havia se separado depois que a mãe morreu no parto do oitavo filho, que também não resistiu. Desde então, cada filho foi criado por um parente e acabaram se distanciando. Ao saber que o irmão vivia em Pontalina, as irmãs se uniram e foram até ele para surpreendê-lo.

Adelina Lopes de Souza vê o José primeiro e brinca. “A gente viu uma reportagem dizendo que você está procurando sua família. Você tem alguma notícia deles? Não conhece sua irmã?”, ao que ele responde que não. Ela então aponta para Delira Lopes de Souza e pergunta, brincando: “Essa serve para ser sua irmã?”. Diante da revelação, os irmãos se abraçam, emocionados.

As parentes contam que Delmina Lopes de Souza, outra irmã, que faleceu há dois anos, também tinha o sonho de rever todos os irmãos. Ela foi a uma rádio de Pontalina e contou a história da família, pouco antes de falecer. A filha dela, Elaine Santos Souza foi conhecer o tio representando a mãe. “Estou te dando esse abraço em nome dela. O sonho dela era te conhecer”, disse a José.

A sobrinha afirma ainda que já tem planos para não se distanciar do parente. “Manter contato, fazer churrasco aqui na casa dele, vir para cá, levar ele para lá para Goiânia para conhecer e cuidar dele no que a gente puder. [Separar] nunca mais”, afirmou.

O irmão mais velho da família, João Lopes de Souza, que vive em Aloândia, também foi ao reencontro de todos. Os quatro se abraçaram e colocaram a conversa em dia. Emocionado, José agradeceu por poder reencontrar os parentes. “De agora em diante as festas vão ficar ainda melhores”, afirmou.

Imagem José também queria uma foto da mãe, para se lembrar de como ela era. Antes do reencontro, ao fazer o pedido, ele se emocionou lembrando da família. "Faltou um colo, um abraço. É muito bom. Se tivesse com um pai ou uma mãe seria muito diferente. Eu penso assim, se algum deles tivesse um retrato da minha mãe, porque eu não lembro do rosto dela nem um pouquinho", afirmou, chorando.

Durante o reencontro, as irmãs levaram uma foto da mãe no dia do casamento. Emocionado, José recebeu a imagem.


Quatro irmãos se reencontram após 40 anos em Pontalina (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)