• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Tem alguns amigos que nos relataram que estiveram em Campos do Jordão e adoraram a cidade! Eu não fu


Domingo a tarde, ótimo pra gente viajar! Então venha comigo!


Campos do Jordão

Município de Campos do Jordão

"Suíça Brasileira"

Bairro Vila Capivari, centro turístico de Campos do Jordão, visto do Morro do Elefante

BandeiraBrasão

Hino

Fundação29 de abril de 1874 (143 anos)

Gentílicojordanense

Prefeito(a)Frederico Guidoni (PSDB) (2017–2020)

Localização

Localização de Campos do Jordão em São Paulo

Campos do Jordão

Localização de Campos do Jordão no Brasil

22° 44' 20" S 45° 35' 27" O

Unidade federativa São Paulo

Mesorregião Vale do Paraíba Paulista IBGE/2008

Microrregião Campos do Jordão IBGE/2008

Região metropolitanaVale do Paraíba e Litoral Norte

Municípios limítrofes

Piranguçu (MG), Wenceslau Braz(MG), Guaratinguetá, Pindamonhangaba, Santo Antônio do Pinhal e São Bento do Sapucaí

Distância até a capital173 km

Características geográficas

Área290,055 km²

População47 789 hab. Censo IBGE/2010

Densidade164,76 hab./km²

Altitude1628 m

ClimaOceânico Cfb

Fuso horárioUTC−3

Indicadores

IDH-M0,749 alto PNUD/2010

PIBR$ 491 189,936 mil IBGE/2008

PIB per capitaR$ 10 601,53 IBGE/2008

Página oficial / PrefeituraWebsite oficial

Campos do Jordão é um município brasileiro localizado no interior do estado de São Paulo, mais precisamente na Serra da Mantiqueira; faz parte da recém-criada Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, sub-região 2 de Taubaté.

A cidade fica à altitude de 1 628 metros, sendo portanto, o mais alto município brasileiro, considerando a altitude da sede. Sua população estimada, em 2014, era de 50 541 habitantes.[4] Distante 173 km da cidade de São Paulo,[2] 350 km do Rio de Janeiro e 500 km de Belo Horizonte. Sua principal via de acesso é a Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro.

Em 29 de abril de 1874, Mateus da Costa Pinto adquiriu alguns lotes à beira do Rio Imbiri e a data passou a ser considerada a data oficial de fundação do município. Em 1934, Campos do Jordão emancipou-se de São Bento do Sapucaí e a partir da década de 1950, a cidade passou a se consolidar como um dos principais destinos de inverno do Brasil. Campos do Jordão é um dos quinze municípios paulistas considerados estâncias climáticas pelo governo paulista.

Índice
  • 1História

  • 1.1Primeiros povos

  • 1.2Fundação

  • 2Geografia

  • 2.1Clima

  • 3Demografia

  • 3.1Etnia

  • 4Economia

  • 4.1Estância climática

  • 5Infraestrutura

  • 5.1Ensino superior

Primeiros povos

Os primeiros habitantes conhecidos da região foram índios pertencentes a várias etnias: puris, caetés, guarulhos e cataguás. A partir do século XVI, a região começou a ser percorrida por desbravadores de origem portuguesa, como Martim Corrêa de Sá, Gaspar Vaz da Cunha e Inácio Caetano Vieira de Carvalho. A família deste último vendeu suas terras na região para Manuel Rodrigues do Jordão, cujo sobrenome veio a conferir à região seu nome atual. As terras de Jordão foram loteadas e vendidas na segunda metade do século XIX.

Fundação

Em 29 de abril de 1874, Mateus da Costa Pinto adquiriu alguns lotes à beira do Rio Imbiri. Esta data passou a ser considerada a data oficial de fundação do município.

A partir do final do século XIX, a região adquiriu a fama de ser um local indicado para o tratamento de doenças do pulmão, devido a seu excelente clima. Nas décadas de 1920 e 1930, começaram a ser construídos os primeiros sanatórios, dedicados ao tratamento de doenças pulmonares. Em 1934, Campos do Jordão emancipou-se de São Bento do Sapucaí. A partir da década de 1950, o avanço da medicina fez com que a tuberculose deixasse de ser uma doença tão perigosa. Com isso, a cidade passou a desenvolver o turismo. Atualmente, é um dos principais destinos de inverno do Brasil.

É o município com a sede administrativa mais elevada do país, atingindo 1 628 metros acima do nível do mar, onde está localizada a prefeitura da cidade, e que pode variar para mais de 2 000 metros nos arredores do município. Está localizado no maciço da Serra da Mantiqueira, uma das mais elevadas cadeias de montanhas do Brasil. Possui uma área de 289,5 km². É constantemente visitado por turistas de todo o Brasil e até mesmo do exterior, que vão à localidade para aproveitar do clima de inverno.

Clima

Pedra do Baú, no Parque Estadual de Campos do Jordão

O clima de Campos do Jordão é classificado como oceânico ou temperado marítimo (do tipo Cfb na classificação climática de Köppen-Geiger), com verões amenos e temperaturas médias inferiores a 22 °C, mesmo no mês mais quente, e superiores a 10 °C em pelo menos quatro meses do ano. A precipitação média anual é de aproximadamente 1 850 milímetros anuais, concentrados nos meses de verão.

A temperatura média compensada anual gira em torno dos 14 °C, chegando a cair para abaixo de zero no inverno, com sensação térmica que pode ser ainda menor. Apesar de situada em altitude elevada, a ocorrência de neve em Campos do Jordão é rara, tendo sido registrada em anos como 1928, 1942, 1947 e 1966.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), desde 1961 a temperatura mínima absoluta registrada em Campos do Jordão de -7,2 °C em 6 de junho de 1988. Fora desse período há outros registros não oficiais de temperatura ainda menores, como de -7,4 °C em 26 de junho de 1918, -8 °C em 25 de julho de 1923[15] e -8,7 ºC em julho de 1926. A máxima absoluta no mesmo período foi de 30,5 ºC em 17 de setembro de 1961.

O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 146,7 mm em 10 de março de 1965. Outros grandes acumulados foram 129,5 mm em 14 de outubro de 1995, 121,1 mm em 24 de janeiro de 1964, 118,2 mm em 8 de março de 1966, 111,4 mm em 24 de dezembro de 1971, 108,4 mm em 25 de maio de 2005, 106,4 mm em 14 de dezembro de 1971, 104,2 mm em 2 de dezembro de 1963, 102,8 mm em 20 de novembro de 1971 e 101,2 mm em 22 de dezembro de 1966