PONTUAL_NOTÍCIAS
LOGO_MARCA_GOIÁS_1
1
3
LOGO
1
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Polícia Federal deflagra operação para combater corrupção no INMETRO em Goiás


Investigação constatou que fiscais do órgão recebiam propina durante a fiscalização de alguns postos de gasolina.


A Polícia Federal deflagrou nesta terça feira (17) a Operação Pesos e Medidas. O objetivo é desarticular uma associação criminosa que vinha atuando em desfavor do Inmetro em Goiás, voltada para o cometimento de crimes de corrupção.

A investigação, realizada desde o ano de 2015 pela Delegacia de Polícia Federal em Anápolis, constatou o recebimento de propina por fiscais do Inmetro durante a fiscalização em postos de combustíveis no Estado, a ocasião em que os investigados deveriam realizar testes de volumetria nos bicos das bombas de combustível dos postos para evitar lesão aos consumidores.

Segundo a PF, a colheita de provas demonstrou que o recebimento de indevida vantagem era prática corrente da fiscalização realizada pelos investigados. Além de receberem propina de proprietários de postos de combustível, os investigados também realizavam fiscalização a mando de proprietários de outros postos, visando dificultar a ação da concorrência.

Noventa policiais federais estão dando cumprimento a 10 mandados de prisão expedidos pela Justiça Federal de Goiás, sendo sete mandados de prisão preventiva e três mandados de prisão temporária, nas cidades de Brasília, Anápolis e Goiânia.

Os investigados foram indiciados e responderão pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa e alinhamento de preços, com penas que podem chegar a 12 anos de reclusão.

Os presos serão encaminhados à Superintendência da Polícia Federal em Goiás e após os procedimentos serão levados para o sistema penitenciário onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.