• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
1.jpeg
Buscar
  • TV PONTUAL

Caiado visita Tribunal de Justiça e diz a Juízes e Desembargadores que seu Governo será de diálogo



Texto gravado por Gerson Santos e transcrição da sonora de Ronaldo Caiado.

LOC - Gerson Santos - No primeiro encontro com representantes do Tribunal de Justiça de Goiás, após se eleger governador do Estado, Ronaldo Caiado, do Democratas, reforçou o seu compromisso com uma gestão transparente, respeitosa e com diálogo permanente com os Poderes Legislativo e Judiciário. Caiado esteve na sede do Tribunal, na manhã desta segunda-feira, e foi recebido pelo presidente órgão, Gilberto Marques Filho, desembargadores, juízes e servidores do Judiciário.

Caiado explicou que sabe da importância de um governo manter uma relação harmoniosa com os poderes. "Cabe ao Executivo respaldar as ações e engradecer o Poder Judiciário. Saibam que o nosso governo será de diálogo, transparência e respeito", assegurou o governador eleito.

O presidente do Tribunal de Justiça, Gilberto Marques Filho, agradeceu a visita de Ronaldo Caiado e ressaltou que os juízes e desembargadores querem colaborar para que o governador eleito tenha êxito em sua administração e Goiás possa trilhar o caminho do progresso. "Estamos com esperanças em sua gestão, garantiu".

Após a visita ao Tribunal de Justiça, Caiado concedeu entrevista ao DMTV, canal de TV on line do jornal Diário da Manhã. Ao falar sobre sua visita aos desembargadores e juízes, o governador eleito reafirmou que seu governo será de diálogo, transparência e respeito. Ronaldo Caiado também disse que a população espera que ele coloque a casa em ordem.

SONORA DE RONALDO CAIADO : "Como eu disse hoje aos desembargadores do Tribunal de Justiça: Olha, vocês podem saber que será uma convivência harmônica, respeitosa e com a responsabilidade que tenho, por ser eleito, com uma mudança que o povo de Goiás deixou muito clara, ou seja, ser eleito no primeiro turno com quase 60% dos votos. do estado de Goiás, mostra que a sociedade quer que as coisas funcionem e que coloquemos ordem na casa. É isso que a sociedade deseja neste momento. E para isso é importante que seja dito, o governador é um funcionário público sem instabilidade, sem plano de carreiro. Ele tem que apresentar à sociedade os resultados, prestar contas. Sei que neste momento terei que cortar, as pessoas costumam dizer que terei que cortar na carne, mas eu digo não, eu sou ortopedista, terei que cortar é no osso mesmo. Não é só na carne! Nós temos que ter austeridade com resultado para a sociedade. Acho que não dá mais para o faz de conta. O faz de conta não pode ter espaço em um governo com tantas demandas reprimidas, como 55 mil pessoas na fila de espera para serem operadas".

Informa Gerson Santos.