• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Depois de muita polêmica envolvendo a Prefeitura de Catalão e a mineradora CMOC, uma parcela do que


Depósito judicial foi feito no valor de R$ 1.173.533,47 e como garantia do pagamento do restante da dívida a empresa apresentou uma apólice de seguro no valor de R$ 5.797.375,91.


O prefeito Adib Elias se pronuncia a respeito do setor mineral em Catalão, e faz críticas à colocações que foram feitas pelo principal Diretor da Mineradora.

Segundo o teor de matéria veiculada pelo G1 em 28/04/2016, a empresa Anglo American estaria vendendo unidades de nióbio e fosfatos localizadas no Brasil.

"Unidades serão vendidas para chineses por US$ 1,5 bilhão.Objetivo da operação é reduzir as dívidas da mineradora global."

Veja Matéria!

"A mineradora global Anglo American informou nesta quinta-feira (28) que fechou acordo para vender seus negócios de nióbio e fosfatos, com ativos localizados no Brasil, para a China Molybdenum por US$ 1,5 bilhão em dinheiro, com o objetivo de reduzir suas dívidas.

Nióbio é extraído a céu aberto na mina da Anglo American em Catalão (GO)

O grupo está vendendo partes ou unidades inteiras em uma estratégia drástica de reestruturação para fazer frente à queda nos preços da commodities, que tem abalado as finanças das grandes mineradoras globais.

saiba mais

Estes ativos, que incluem minas, fábricas, complexos químicos e depósitos, estão situados nos estados brasileiros de Goiás e São Paulo.

A empresa está tentando reduzir seu tamanho para enfrentar a queda dos preços das matérias primas.

"É um passo positivo em nossa estratégia de reestruturar a Anglo American", explicou seu diretor-executivo, Mark Cutifani.

Após as mudanças, a Anglo American passará de 135.000 funcionários atualmente a menos de 50.000, e seu endividamento a menos de US$ 10 bilhões.

As ações da empresa subiram mais de 2% na bolsa de Londres como resultado do anúncio."

Citação Judicial

Após auditorias, abertura de processo administrativo e mesmo após inserir os impostos requeridos pela Prefeitura e devidos pela CMOC na dívida ativa, o município entrou com ação judicial executando R$ 6.970.909,38 (valor atualizado até outubro/2018). O juiz Marcus Vinícius Ayres Barreto determinou o pagamento por parte da empresa.


Comunicado:



Manifestações da Prefeitura exigindo o que lhe é devido!


Adib Elias agradece a população e faz atualizações a cerca do andamento do pagamento dos impostos devidos, por parte da mineradora.

E VEM AÍ A MANIFESTAÇÃO "MINÉRIO SUJO"

Em reunião nesta tarde (31), entre o prefeito Adib Elias e representantes de entidades classistas, clubes sociais, sindicatos e líderes populares, foi cogitada a ideia de convocar a população para uma grande manifestação, em protesto às mineradoras que se negam a pagar corretamente os tributos devidos ao município. De acordo com a reunião a manifestação estaria sendo programada para a semana que vem e a convocação seria feita com o apoio da imprensa local, e através das redes sociais (Facebook e Whatsapp), rádios e jornais. A concentração da manifestação intitulada “Minério Sujo”, seria no pátio do Posto de Combustíveis JK, e teria como trajeto descer as avenidas José Marcelino e 20 de Agosto. Posteriormente, iriam para a entrada de acesso à mineradora e permaneceriam no local reivindicando seus direitos.