• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

“Sei da garra dos homens e mulheres que vestem este uniforme”, diz Caiado


Governador empossa novos comandos das polícias Militar e Civil, e garante apoio a profissionais da segurança pública


A sintonia entre as forças policiais e a valorização dos profissionais da Segurança Pública deram o tom dos discursos do governador Ronaldo Caiado (Democratas) durante as transmissões de comando da Polícia Civil e da Polícia Militar (PM) nesta quinta-feira (3/1). O governador e o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Rodney Rocha Miranda, participaram pela manhã da posse do coronel Renato Brum dos Santos no comando geral da PM-GO, na Academia da Polícia Militar, e à tarde do delegado Odair José Soares como diretor geral da Polícia Civil, em solenidade na Secretaria de Segurança Pública.

Emocionado, Caiado abriu seu discurso pela manhã recordando que teve a honra de defender os policiais militares no Congresso Nacional. “Gostaria de dizer isso mais perto de cada um de vocês, sempre os defendi. Não vou decepcioná-los. Sei a instituição que comando nesse momento, das deficiências pelo número escasso de policiais militares. Mas sei da garra dos homens e das mulheres que vestem este uniforme, que dignificam o cidadão e a cidadã por darem segurança a eles”, afirmou. “Sou comandante e chefe da PM, vocês podem saber que eu jamais vou desonrá-los.”

Apesar da crise financeira do Estado, o governador irá cumprir compromisso feito com a categoria durante a campanha eleitoral. Ele confirmou que será enviado projeto de lei para votação imediata na Assembleia Legislativa de Goiás para igualar o salário-base dos policiais militares e acabar com o Soldado de 3ª Classe, que hoje recebe R$ 1.500. “Não estou aumentando salário de policiais, estou corrigindo uma distorção e uma injustiça e elevando todos os meus policiais à condição de soldado, equiparando aqueles que colocam suas vidas para defender a sociedade goiana”, assegurou.

Caiado também abordou a valorização da carreira e garantiu que o policial militar vai galgar cargos por competência e mérito. “É polícia de Estado, não é polícia de apadrinhado. Esta é a realidade que eu tratarei. E pedi a máxima eficiência e o maior número de polícias nas ruas, nos batalhões, nos municípios que estão hoje 100% desprovidos de qualquer segurança pública”, disse.

Presença forte Aos jornalistas, o secretário Rodney Miranda salientou que é justamente este o objetivo do novo comandante da PM: levar o policial até o cidadão. “Uma presença cada vez mais forte, mais efetiva da Polícia Militar de Goiás nas ruas e consequentemente um combate cada dia mais intenso à criminalidade, é isso que a gente espera e eu tenho certeza que vamos alcançar, não só com o Coronel Brum, mas com toda a equipe dele, uma equipe muito qualificada”, reforçou.

Para ampliar o efetivo, o governador defendeu que é importante ter todos os policiais militares de volta ao comando da PM, já que muitos hoje estão à disposição de órgãos administrativos, da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. A medida é considerada importante pelo coronel Renato Brum dos Santos, que apontou a substituição dos profissionais nessas assistências por policiais da reserva.

Além desse reforço, Coronel Brum considera que irá redobrar a capacidade de trabalho com a realização de operações direcionadas às chamadas manchas criminais. “Faremos o combate forte através das unidades especializadas, Rotam, Choque e Graer. Aqui bandido não terá vez, como não tem tido. Facções criminosas não entrarão em nosso Estado”, assegurou.

O secretário Rodney Miranda destacou que as forças policiais têm o desafio e a missão de proteger os cidadãos de bem e se comprometeu com a busca por melhorias na estrutura da Segurança Pública. “Vou trabalhar com muita seriedade, com muita honestidade para a melhoria das condições profissionais e pessoais de cada um de vocês, para que vocês possam desempenhar melhor as suas missões.” E, dirigindo-se diretamente ao novo comandante da PM, reforçou a ideia de parceria: “Estarei ombro a ombro com você, com todos os policiais, nesta missão de proteger a nossa sociedade”.

[CORRELATA] “Vamos trabalhar no fortalecimento das carreiras”, diz secretário

À tarde, durante a posse do delegado Odair José Soares como diretor geral da Polícia Civil, o secretário Rodney Miranda novamente se comprometeu a promover a união e a valorização das polícias. “Estou à disposição de vocês nesse enfrentamento diário que temos contra a criminalidade organizada, a criminalidade comum. Nós, policiais, somos talvez o último, ou o único, instrumento de defesa da nossa sociedade. Vamos trabalhar no fortalecimento das carreiras, nas melhorias das condições de vida e profissionais, para que vocês possam cada dia mais desempenhar melhor o seu trabalho”, comprometeu-se.

Há 19 anos na Polícia Civil, o delegado Odair José Soares apontou que o atual momento é único, com a junção, segundo ele, de cenários estadual e nacional favoráveis. Também falou em união de forças para conquistar objetivos e melhorar a eficiência e a qualidade dos serviços prestados à sociedade. “Temos o balcão de atendimento, vamos nos dedicar a eles, nas delegacias especializadas e fazer um trabalho diferenciado, como nunca foi feito. Esse é o meu comprometimento com o secretário de Segurança, doutor Rodney Miranda”, disse.

O governador Ronaldo Caiado salientou o acerto na escolha do nome do novo diretor geral da Polícia Civil. “No momento em que o nome do delegado Odair foi citado, vi a felicidade nos olhos dos integrantes da Polícia Civil. Isso me alegra muito e dá confiança do líder que vocês vão ter”, avaliou. E completou: “Eu só vou resgatar a credibilidade do povo goiano com a ajuda de todos vocês”.

À noite, o governador Ronaldo Caiado e o secretário Rodney Miranda empossam o coronel Dewislon Adelino Mateus no comando do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás. A solenidade será às 20 horas, no Comando Geral do Corpo de Bombeiros.