• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Blitz de órgãos de trânsito na região metropolitana de Goiânia, detecta centenas de irregularidades


Fiscalizações direcionadas às condutas de motociclistas na grande Goiânia flagraram 338 infrações de transito na última sexta feira(10) em sete pontos diferentes da capital.

Em ação simultânea, a PRF, o Batalhão de Trânsito, o Comando Rodoviário, a SMT e o Detran, montaram barreiras no anel viário, na BR 060, nas GOs 020, 040, 060, 070, 080 e na Av. Independência. A ação fez parte do calendário de atividades do movimento Maio Amarelo, que tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos em acidentes de trânsito.

Nos últimos cinco anos 200 pessoas morreram e mais de 4.300 ficaram feridas em acidentes envolvendo motos somente nas BRs que passam por Goiás. A vulnerabilidade desse tipo de veículo, aliada à irresponsabilidade e imprudência dos condutores, resulta em índices preocupantes no trânsito e nos hospitais.

De 2014 a 2018, aconteceram 19.677 acidentes nas BRs goianas, sendo que 2.741 envolveram motocicletas. De 15.919 pessoas feridas, 4.376 estavam em motos (27,5%) e das 1.234 mortes ocorridas na rodovia federal, 200 aconteceram em acidentes com os veículos de duas rodas.

Transitar por calçadas, canteiro central, passarelas, fazer conversões proibidas, utilização inadequada do capacete, dirigir sem possuir habilitação e, principalmente, o transporte irregular de crianças estão entre as principais infrações cometidas por motociclistas.

Com o cerco fechado aos motociclistas, os agentes flagraram 45 condutores inabilitados e 52 motocicletas foram apreendidas por irregularidades diversas.

Maio Amarelo

O movimento tem como proposta chamar a atenção da sociedade em relação ao grande índice de mortos e feridos em acidentes de trânsito. É uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos.