• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Ceasa recebe ações do Movimento Maio Amarelo



A concessionária rodoviária Triunfo Concebra promove nesta terça-feira, dia 28, ações do Maio Amarelo na Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa-GO), em parceria com o Sest/Senat Anápolis e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Estão programadas abordagens com serviços gratuitos de saúde e orientações a motociclistas e pedestres frequentadores do entreposto. A ação começa às 8 horas e deve seguir até o meio-dia.

Como apoiadora do Movimento Maio Amarelo o objetivo é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Neste ano, o movimento está na 6ª edição com o tema “No trânsito, o sentido é a vida” e conta com a participação de crianças utilizando a hashtag #MEOUÇA para levar reflexão sob o comportamento no trânsito.

Para o presidente da Ceasa-GO, João Batista de Freitas Lemes, a ação é importante pelo perfil de utilizadores do mercado. “A Triunfo Concebra acerta em cheio ao escolher a Ceasa para a campanha, uma vez que aqui se concentram diversos tipos de motoristas. Temos condutores de veículos pesados e de carga, motoristas profissionais, motociclistas, pedestres. Além disso, todos dependem da BR-153 para se deslocar, o que aumenta a responsabilidade na hora de dirigir”, afirma.

Movimento

O Movimento Maio Amarelo foi criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária seguindo determinação da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que redigiu resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de ações para a segurança no trânsito”.

O Maio Amarelo é ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, em todo o Brasil e em 26 países nos cinco continentes, que busca discutir o tema com toda a sociedade estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização.

Segundo a Triunfo Concebra, foi registrada uma redução de 22% em acidentes com vítimas no trecho de concessão em 2018 comparado ao ano anterior, e a redução de 11% de vítimas fatais nas rodovias administradas pela concessionária.