PONTUAL_NOTÍCIAS
LOGO_MARCA_GOIÁS_1
1
1
PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTALINA
4
2
ECOPLAST 2
LOGO
3
LOGO
3
1
18
ODONTOMEDY
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Ernesto Roller destaca ações estratégicas do governo estadual no enfretamento à pandemia

Em entrevista à Rádio Kompleta FM, de Jussara, secretário do Governo ressalta que Goiás é o estado brasileiro que mais reduziu gastos em 2020 e um dos cinco que sairá da crise trazida pela pandemia até 2021


Por: Governo de Goiás


A redução de gastos públicos, o enfrentamento da pandemia, a superação das dificuldades econômicas, a atenção do governo estadual aos municípios goianos e as eleições que se aproximam foram alguns dos temas tratados pelo secretário do Governo, Ernesto Roller, durante entrevista ao vivo à Rádio Kompleta FM, de Jussara, na manhã desta sexta-feira (28).


Ernesto Roller destacou as ações que vêm sendo desenvolvidas pelo governador Ronaldo Caiado para garantir qualidade de vida e desenvolvimento a todas as regiões de Goiás e as medidas tomadas para enfrentar a pandemia e superar as dificuldades trazidas por ela, reduzindo gastos e aplicando o dinheiro público com eficiência e transparência . O secretário também afirmou que o governo estadual terá candidatos nos 246 municípios goianos. “O governador já está participando do processo eleitoral. O grupo político do governo estará presente lançando ou apoiando candidatos”, disse ele.


De acordo com Roller, a marca de Ronaldo Caiado é a de conduzir um governo com muita responsabilidade e critério, sem prometer aquilo que não pode cumprir. “Se há uma característica muito forte no governo é a determinação a todos os secretários de que nós não façamos compromissos cujo dinheiro não esteja em caixa. O governador tem muito respeito ao cidadão no sentido de não prometer o que não pode fazer. Vivemos muitos anos com promessas feitas e não cumpridas. O resultado são várias obras iniciadas e não concluídas por todo o estado. O cidadão é dono de tudo. O patrimônio público pertence à população”, afirmou.


Pandemia

Sobre o tema “pandemia”, o secretário Ernesto Roller esclareceu que o governo vem amadurecendo iniciativas e posturas para o melhor enfrentamento global da situação trazida pela Covid-19, algo sem precedentes que pegou o mundo de surpresa. Ele explica que as ações do governo foram tomadas com base na ciência. “O governador, como médico de formação humanística, tem a concepção de que o bem maior é a vida. Dentro disso, tomou medidas de restrição no que diz respeito à mobilidade das pessoas. Essas medidas produziram os efeitos desejados. Isso deu tempo ao governo de preparar o estado, dentro das dificuldades econômicas, para atender ao cidadão que viesse a necessitar de um leito de hospital. A estadualização de hospitais, a regionalização da saúde e a instalação de leitos de UTI no interior foram algumas dessas medidas.”


Em março, foi publicado o decreto reconhecendo o estado de calamidade púbica em Goiás, em função da pandemia. Ernesto Roller explica o decreto não traz uma data final e o governo analisa, com dados técnicos, a evolução da situação para a adoção das iniciativas que se fazem necessárias. “O decreto de calamidade pública não tem data estabelecida para o final. Essa pandemia é algo que nós não podemos prever. O governador dotou o estado das medidas possíveis. A princípio, impôs um fechamento mais abrangente, que vem sendo reduzido.”


Eleições municipais

De acordo com Ernesto Roller, o governo terá candidato em todos os 246 municípios. Em algumas situações, candidatos de partidos aliados. Em outras, candidatos do próprio partido do governador. “O governador já está participando do processo eleitoral, tentando construir candidatura única dentro da base. O grupo político do governo estará presente lançando ou apoiando candidatos.”


Redução de gastos

Ernesto Roller destaca que o governador tem feito o dever de casa para reorganizar as finanças públicas e a economia para enfrentar as demandas. Lembrou que a atual administração recebeu o estado com uma dívida imensa. E que, graças às medidas tomadas, foi possível quitar a folha em atraso. “O governador virou 2019 para 2020 com a questão salarial em dia, trazendo o pagamento de volta para dentro do mês trabalhado. Goiás foi o estado que mais promoveu a redução de gastos públicos este ano”, afirmou.


E enfatizou que não há mais espaço para o aumento de impostos, para tirar do cidadão o dinheiro necessário para cobrir rombos. Que o caminho é a redução das despesas. “O governador tomou medidas de corte e, ainda, facilitando para o cidadão, como fez com a redução de taxas do Detran. Nenhum município goiano recebeu, em 2018, os repasses da saúde em 2018. Isso é uma obrigação do estado que não foi cumprida pelo outro governo. Agora, experimentamos uma outra realidade. A realidade de uma administração que cumpre com sua obrigação e que presta bem o serviço à população”.


Em sua fala, o secretário também lembrou a pesquisa que mostra Goiás como um dos cinco unidades da Federação que devem superar a crise econômica até 2021. O levantamento foi realizado pela empresa Tendências Consultoria Integrada e mostra o resultado do esforço do governo em vencer as dificuldades da pandemia. “Após o enfrentamento do momento mais crítico da pandemia, em que todos os esforços foram concentrados na preservação de vidas, o governo destina atenção especial para a recuperação econômica.”


Produtores rurais

O fortalecimento da cadeia produtiva é uma determinação do governador Ronaldo Caiado, que sabe que Goiás depende fortemente da força do setor agropecuário. “Foi criada, por exemplo, a Câmara Técnica do Leite, onde se reúnem todos os elos da cadeia produtiva do leite. Isso traz mais transparência ao setor, aos produtores de leite e diminui as inconsistências de mercado. Porém, no momento em que vivemos de entressafra e choques de demanda aumentada, principalmente pelo aumento de consumos básicos pela população, há oscilações no preço e a diminuição da disponibilidade momentânea do produto e até alguma especulação faz os preços subirem. Mas o governo trabalha para corrigir distorções, protegendo o setor produtivo goiano.”


Segurança Pública

Uma das prioridades do atual governo, a área da segurança pública recebeu fortes investimentos, em todas as atividades. O resultado é a redução da criminalidade por todo o Estado. “Nos últimos anos, tínhamos muito assalto a banco. Agora, estamos há 18 meses sem assalto. Reduzimos os índices de homicídio (-16,52%), latrocínio (-37,14%), roubo de carga (-34,95%), roubo de veículo (-38,29%), roubo a transeunte (-29,13%), roubo a comércio (-18,31%) e roubo a residência (-19,58%). Isso é resultado do apoio do governo à segurança pública. E a população já percebeu a mudança. Essa é uma luta constante para o enfretamento da criminalidade, que cresce muito em função do problema social brasileiro. Goiás tem feito um trabalho invejável com redução de índices expressivos.”


Convênios com municípios

O secretário afirma que o governo tem celebrado convênios com os municípios com muita responsabilidade e critério. Ao todo, já foi realizado um investimento em torno de R$ 119 milhões em convênios e repasses com municípios, entidades filantrópicas e instituições privadas localizadas em diferentes regiões do Estado. “O governador, desde o início de sua gestão, tem tido um olhar mais cuidadoso aos demais municípios, e não somente proporcionar benefícios à capital. Com esses convênios, diversos municípios foram contemplados e, hoje, conseguem realizar um atendimento mais humano.” Como exemplo, citou o Hospital de Caridade São Pedro D'alcântara, na Cidade de Goiás, que foi reativado; os convênios com as Santas Casas; a estadualização do Hospital de Formosa, que foi iniciada ainda antes da pandemia; e a criação das policlínicas, que vão atender o cidadão onde ele vive e, ao mesmo, desafogar o sistema de saúde da capital. “É a presença do governo estadual em cada um dos municípios goianos”, concluiu.