• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
1.jpeg
Buscar
  • TV PONTUAL

Fake news: Caiado não recebe aposentadoria do Congresso, conforme afirmou Major Araújo em vídeo

Após declarações de parlamentar em suas redes sociais, em que dizia que Caiado recebe aposentadorias como deputado e senador, governo desmente e diz que governador se negou a receber direito, tanto por INSS quanto pelo Congresso


Por: Jornal Opção / domingo 03 Maio 2020 Fernanda Santos


Deputado estadual Major Araújo (PSL) Foto: Fernando Leite / Jornal Opção


Em vídeo publicado em seu perfil do Instagram no último sábado, 2, o deputado Major Araújo (PSL) afirmou que Ronaldo Caiado (DEM) recebe, além do salário de governador, aposentadorias como parlamentar. “Eu não me aposentei como Caiado, no Congresso Nacional. Me aposentei foi trabalhando”, falou em publicação onde ataca o governador e cita a criação de uma espécie de “gabinete do ódio” no Palácio das Esmeraldas.


De acordo com a assessoria do governador Ronaldo Caiado, essa seria mais uma mentira criada pelo deputado estadual. Segundo dito ao Jornal Opção, essa informação não procede, já que Caiado não quis se aposentar nem pelo INSS, nem pelo regime de deputados e senadores.


“A maioria deles conseguiram seus patrimônios com verba pública. O meu não, foi trabalhando, com meu salário. Mesmo assim, eu abro mão de metade do meu patrimônio se eles abrirem mão do deles também”, falou o parlamentar durante a postagem. Conforme já publicado, Major Araújo recebe  quase R$45 mil entre aposentadoria e salário na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).


No vídeo, ele ainda diz que apresentou um requerimento na Assembleia para que todos os deputados tivessem sua remuneração suspensa. Além deles, também o governador, o vice e todos dos secretários. “A maioria desses não precisam de seus salário, têm renda extra. Só que a deles é muito maior que a minha. Infelizmente o requerimento não foi pra frente, não foi aceito”, falou.


Apesar das duras críticas ao governador, o Portal da Transparência da Alego disponibilizou o valor de gastos com verbas indenizatórias, onde ficou comprovado que, apesar do afastamento dos parlamentares da Casa por conta da pandemia de Covid-19, Major Araújo foi um dos deputados com maior gasto em verbas indenizatórias. Foi recebido por ele R$26.351,40 de verba indenizatória, mesmo valor de Rafael Gouveia. A verba é relativa aos gastos do parlamentar no exercício de sua atividade, como passagens, alimentação, hospedagem, telefonia, combustível.