• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
1.jpeg
Buscar
  • TV PONTUAL

Força-tarefa do Governo de Goiás está em Catalão

Município foi afetado por temporal, que provocou vários estragos. Volume da chuva em quatro horas chegou a 48% do esperado para o todo o mês de janeiro


Por: Assessoria de Comunicação do Governo do Estado de Goiás


Em resposta rápida para contribuir com a população mais afetada pelas chuvas, em Catalão, o Governo de Goiás, por meio do Corpo de Bombeiros, Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Polícia Militar (PM) e também da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), trabalha em conjunto com a Prefeitura Municipal para a recuperação da cidade, após o forte temporal na madrugada desta quarta-feira (29/01). Segundo o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (CIMEHGO), da Semad, entre 1 e 5 horas da manhã, o volume de chuva na região chegou a 134,6 milímetros, o que representa 48% da chuva esperada para todo o mês de janeiro.


Desde as primeiras horas do dia, o Corpo de Bombeiros de Catalão trabalha para retirar pessoas presas em suas residências por conta de alagamentos, principalmente, no Parque das Mangueiras e no Setor Universitário, onde a represa do Clube do Povo transbordou. Pelo menos 12 casas foram atingidas pelo alto volume da água. Apesar do susto, não houve vítimas. A Corporação trabalha com cinco equipes fazendo o levantamento de danos causados pela chuva.


Para prevenir risco de acidentes, a avenida Raulina Fonseca Pascoal foi interditada. A Corporação também pediu aos comerciantes do local para não abrirem as portas nesta quarta-feira, já que o Rio Pirapitinga, canalizado e que corta toda cidade, pode subir de nível com novas precipitações. E a previsão do Centro de Informações Meteorológicas é de mais chuva para Catalão. A indicação do Corpo de Bombeiros é que a população evite circular pelo Centro da cidade.


O trabalho de orientação e prevenção para a população é reforçado pela Polícia Militar. Os militares estão nas imediações das áreas de risco para recomendar que os veículos desviem das regiões mais afetadas pelo temporal. A PM também contribui no isolamento de áreas, ainda consideradas de risco, após avaliação da Defesa Civil.


A OVG se colocou à disposição das autoridades municipais de Catalão para ajudar famílias desalojadas ou afetadas pela chuva. Mas, felizmente, até o momento, não houve registros de pessoas desalojadas na cidade ou precisando de doações por causa do temporal.