• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Goiás apresenta balanço e homenageia profissionais envolvidos no enfrentamento da crise hídrica

Estado viveu período atípico, com estiagem de mais de 4 meses e volume de chuvas abaixo da média dos últimos anos. Planejamento garante abastecimento de Goiânia e região metropolitana


Por: Sec. do Meio Ambiente de Goiás


Profissionais da Semad, Batalhão Ambiental, Corpo de Bombeiros e produtores rurais serão homenageados durante balanço da Operação de Enfrentamento da Crise Hídrica do Meia Ponte


O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), divulga, na terça-feira (12/11), balanço da Operação de Enfrentamento da Crise Hídrica do Meia Ponte. O encontro será no Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco, a partir das 9h, com as presenças do governador Ronaldo Caiado e da secretária Andréa Vulcanis.


Na ocasião, o Governo de Goiás fará uma homenagem a mais de 300 profissionais envolvidos no enfrentamento da crise hídrica no Estado. Os esforços coletivos para combater a ameaça de racionamento de água em Goiânia e região metropolitana envolveram profissionais da Semad, Batalhão Ambiental, Corpo de Bombeiros e produtores rurais da Bacia do Rio Meia Ponte, que aderiram à diminuição na outorga de captação e forneceram barramentos para reequilibrar o nível do rio durante os períodos mais críticos.


O Estado de Goiás enfrenta, em 2019, uma longa estiagem e um volume de chuvas inferior ao registrado nos últimos anos. Desde o início, o governador Ronaldo Caiado determinou intenso trabalho de planejamento para evitar o desabastecimento da capital. As ações contínuas e emergenciais garantiram que a vazão do Rio Meia Ponte não ficassem abaixo dos 1.500 litros por segundo, volume crítico para o início do racionamento.


Com o início do período chuvoso no mês de outubro, a vazão voltou a ficar acima dos 3.500 l/s, dentro do nível crítico 2. No entanto, as chuvas não tiveram a estabilidade esperada, o que mantém a Semad em alerta máximo neste mês de novembro. Com um maior volume de precipitações, é esperado que o Meia Ponte consolide uma vazão acima do nível crítico 1, estabelecido para a partir de 4.300 l/s.


Segundo a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andréa Vulcanis, o trabalho conjunto entre os profissionais foi essencial para que Goiás enfrentasse um cenário de dificuldades. “Começamos as ações em janeiro, já prevendo que teríamos um ano atípico. O trabalho dos profissionais envolvidos foi crucial para o enfrentamento da ameaça de racionamento”, afirma. “A colaboração dos produtores rurais também foi de extrema importância para mantermos a Bacia do Meia Ponte em um nível que garantisse o abastecimento de Goiânia”, conclui.


Serviço


Cerimônia de balanço da Operação de Enfrentamento da Crise Hídrica do Meia Ponte e homenagem a profissionais envolvidos


Data: Terça-feira, 12/11/2019

Horário: 09h

Local: Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco (Peamp), no Comando do Policiamento da Polícia Militar, Rodovia BR-060/153, Km 127, Zona Rural, Goianápolis (GO)