• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Governo de Goiás assina acordo com Enel para solucionar crise energética

Formalização será nesta segunda-feira (26/8), com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Ato é resultado de negociações lideradas por Ronaldo Caiado em prol do desenvolvimento do Estado


Por: Assessoria de Comunicação do Governo do Estado de Goiás


O governador Ronaldo Caiado assinará na próxima segunda-feira (26/8), em Goiânia, um acordo com a diretoria da Enel Distribuição Goiás. O objetivo é dar fim à crise energética que afeta o Estado. Participarão do ato o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o presidente da Celg Geração e Transmissão (Celg GT), Lener Silva Jayme, representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), além de toda a bancada federal goiana, deputados estaduais e secretários de Estado.


A agenda foi confirmada pelo governador nesta quarta-feira (21/08), durante anúncio da retomada de atividades da BRF em Mineiros. Em entrevista coletiva, Caiado adiantou que o acordo a ser firmado prevê que a empresa italiana reponha imediatamente 486 megawatts no Estado. “Estaremos, assim, dando as condições adequadas para que tanto a BRF Alimentos quanto outras empresas consigam operar com capacidade máxima em Goiás.”


Desde que assumiu o governo, Caiado tem buscado solução para esse impasse envolvendo a Enel Distribuição, que arrematou a Celg D num leilão de privatização realizado em 2016. As falhas no fornecimento de energia elétrica, tem ressaltado o governador, geram uma queixa generalizada “não só dos empresários, mas também de pequenos produtores, comerciantes e do cidadão em geral”.


Ao longo destes sete meses de gestão, o governo cobrou soluções em reuniões rotineiras junto ao Ministério de Minas e Energia e à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Para isso, contou com a atuação da Celg GT, empresa estatal de geração e transmissão, que forneceu técnicos para a elaboração de plano emergencial que foi apresentado à Enel com as necessidades energéticas do Estado.


No início deste mês, o governador, acompanhado pelo secretário de Desenvolvimento e Inovação, Adriano da Rocha Lima, se reuniu em Brasília com o ministro Bento Albuquerque e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para elaborar uma proposta de acordo e apresentar à Enel, buscando solução da crise energética.


No mesmo dia, Caiado se reuniu com a bancada federal goiana, ocasião em que pediu apoio dos parlamentares. Desde então, o Governo de Goiás e a empresa italiana negociam os detalhes do acordo que será formalizado na próxima semana.