PONTUAL_NOTÍCIAS
LOGO_MARCA_GOIÁS_1
1
1
PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTALINA
4
2
ECOPLAST 2
LOGO
3
LOGO
3
1
18
ODONTOMEDY
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Governo de Goiás estuda permuta de áreas para instalar novo distrito industrial em Pirenópolis

Município conta com uma área de 9 alqueires mais propícia para o assentamento de indústrias. Intenção é atrair empresas menos poluentes que respeitem o perfil da cidade


Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) – Governo de Goiás


Com a proposta de diversificar a economia de Pirenópolis, o Governo de Goiás, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), analisa a possibilidade de uma permuta de áreas com a prefeitura para criar um novo parque industrial no município. O projeto ainda cria uma oportunidade para a construção de moradias para famílias carentes.


A Codego já possui uma área de aproximadamente 6 alqueires na cidade, próxima ao Aeroporto municipal na GO-338, e a cerca de 800 metros do centro de Pirenópolis. Por outro lado, a prefeitura detém um terreno de 9 alqueires a menos de 5 quilômetros do município, na GO-431, mais apropriado para o assentamento de indústrias. O local já conta com uma estrutura primária na entrada, com uma rotatória larga asfaltada.


A ideia é destinar a área mais próxima da cidade para a construção de moradias em parceria com a Agência Goiana de Habitação (Agehab). “É do nosso interesse contribuir com o desenvolvimento de Goiás em todas as suas formas. Já vamos encaminhar esse projeto ao nosso departamento jurídico e analisar a viabilidade para agilizar esse processo em parceria com a prefeitura”, afirmou o presidente da Codego, Hugo Goldfeld, que se reuniu nesta terça-feira (1º) com o prefeito de Pirenópolis, João Batista Cabral, conhecido como João do Léo.

O gestor municipal relatou que a proposta combate o déficit habitacional e cria alternativas para impulsionar o crescimento da cidade. “Temos aproximadamente 900 famílias que vivem de favor ou passam necessidade e, com esse terreno, poderemos criar 416 residências em um projeto que será levado para a Agehab, contribuindo e muito para diminuir essa condição. Além disso, ganharemos um setor específico para abrigar a indústria”, comemorou.


A intenção é atrair empresas menos poluentes que respeitem o perfil da cidade. “Vamos incentivar os empreendimentos que estão dentro da cidade a migrar para o novo espaço e acolher as empresas que queiram estar em Pirenópolis, respeitando o meio ambiente, e melhorando as condições de vida do nosso povo”, reforçou o prefeito.


O deputado estadual Chico KGL também participou da reunião e vem contribuindo com o desenvolvimento do projeto. Na opinião do parlamentar, a permuta atende as necessidades da população e contribui para um cenário promissor. “Pirenópolis é uma cidade que as pessoas naturalmente têm o interesse de conhecer e investir. Queremos nesse projeto trazer ainda mais melhorias para a cidade, que tem tudo para crescer”, afirmou.