PONTUAL_NOTÍCIAS
LOGO_MARCA_GOIÁS_1
1
1
PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTALINA
4
2
ECOPLAST 2
LOGO
3
LOGO
3
1
18
ODONTOMEDY
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Homem é suspeito de furtar 15 bezerros da fazenda do ex-patrão, em Morrinhos-GO

Um homem de 38 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) suspeito de furtar 15 bezerros em uma fazenda que pertence a um ex-patrão dele, em Morrinhos, no sul de Goiás. Segundo a corporação, a prisão ocorreu na tarde desta segunda-feira (21), durante uma operação para coibir o furto de veículos e animais na região.


Fonte: G1


Como o nome do suspeito não foi divulgado, o G1 não conseguiu localizar a defesa dele para que se posicionasse sobre o caso.


O aspirante da PM Danilo Frauzino contou que, durante a ação, a equipe recebeu uma denúncia de que o investigado estava transportando animais durante a noite. Os policiais conseguiram localizá-lo quando o homem estava a caminho de uma fazenda.


Ao ser abordado, ele alegou que ia para essa propriedade para cuidar de seus bezerros que tinha comprado na última terça-feira (15), pelo valor de R$ 10 mil. Porém, os policiais não acreditaram na versão dele.


“A gente perguntou onde era a propriedade e quando ele havia alugado. Ele disse que tinha alugado há três meses, mas a gente sabia que era mentira, pois a propriedade estava para ser alugada. Perguntamos quantos bezerros ele tinha e por quanto comprou. Ele disse que 15 e comprou por R$ 10 mil, mas a gente sabe que o preço é incompatível com o do mercado”, relata Frauzino.


Ao desconfiar do preço e por ter recebido denúncia de furto de gado na semana passada, a equipe policial decidiu ir até a propriedade informada pelo suspeito, onde foram encontradas os bezerros e um caminhão que fazia o transporte de animais. A equipe percebeu que os bezerros estavam com as marcas sobrepostas às do dono do gado.


Após isso, de acordo com o aspirante, o homem confessou ter furtado os 15 animais e disse que o dono do caminhão o ajudava com o transporte. Ambos foram levados para a delegacia de Piracanjuba, no sul do estado.


Investigação


O delegado responsável pelo caso, Leylton Barros, informou que o dono do caminhão alegou em depoimento que “fez o frete e não sabia da origem criminosa dos animais". Por isso, ele foi liberado e listado apenas como testemunha do furto.


Em relação ao homem que confessou ter furtado os animais, o delegado explicou que ele não foi preso em relação a este crime, pois já não estava mais no período de flagrante. De qualquer forma, será instaurado um inquérito policial sobre o furto.


"Ele comentou que tinha trabalhado para o dono do gado há pouco tempo e sabia da rotina do local e que, inclusive, ninguém tomava conta dos animais", disse o delegado.


Apesar de não ser detido pelo furto do gado, o homem ficou detido em flagrante por receptação de veículo, pois estava com uma moto com chassi raspado.