• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Número de mortes em desastres nas Filipinas sobe para 25

Seis pessoas continuam desaparecidas depois que três balsas se aproximam de duas províncias centrais filipinas.


Por: Agência de Notícias Aljazeera

3 horas atrás


Equipes de resgate procuram os restos de uma balsa depois que ela virou por causa do mau tempo nas águas do centro das Filipinas no sábado [AP]

Equipes de resgate retiraram mais corpos do mar agitado, quando três balsas se aproximaram de duas províncias centrais filipinas, elevando o número de mortos para 25, com seis desaparecidos.


O porta-voz da polícia regional Joem Javier disse no domingo que os mortos eram na sua maioria passageiros de duas balsas que viraram no dia anterior em rajadas repentinas de vento e fortes ondas nas províncias de Guimaras e Iloilo.


Cinqüenta e cinco outros passageiros e tripulantes foram resgatados.


A terceira balsa, que não transportava nenhum passageiro, virou no estreito de Iloilo - mas seus quatro tripulantes sobreviveram, disse Javier.


Sobreviventes relataram como o céu de repente ficou escuro no meio de sua viagem, seguido por fortes ventos e chuva que destruíram suas balsas.


Os meteorologistas alertaram para fortes chuvas de monções, tempestades e deslizamentos provocados pela chuva em meio a uma depressão tropical a mais de mil quilômetros da costa leste do país.


As aulas e o trabalho foram suspensos na região metropolitana de Manila na sexta-feira e no sábado, em meio a fortes chuvas e inundações, que causaram engarrafamentos intensos em áreas baixas da capital.


A nação do arquipélago do Sudeste Asiático tem um histórico ruim de segurança no transporte marítimo, com dezenas de pessoas morrendo em acidentes marítimos todos os anos - geralmente a bordo de barcos que transportam pessoas de uma pequena ilha para outra.


Cerca de 20 tufões e tempestades atingem as Filipinas anualmente.