• Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Buscar
  • TV PONTUAL

Sindifhort leva grupo de produtores para 26ª Hortitec

O Sindicato dos Floricultores, Fruticultores e Horticultores do DF (Sindifhort), Sandra Vitoriano, vai levar um grupo de quatorze produtores rurais de Brasília para conhecer as novidades rurais da 26ª Hortitec – Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas, nos dias 26 a 28 de junho de 2019, em Holambra (SP).


Por: Jornalista Michelle Horovits


Os produtores estarão no evento juntamente com importantes parceiros para ter acesso as novas tecnologias do campo. Para Sandra Vitoriano, presidente do Sindifhort a participação dos produtores no evento enriquece a forma de plantar na capital. “Nosso objetivo como Sindicato é levar novas tecnologias para os produtores e impulsionar a comercialização. Os produtores já se inscreveram em vários painéis, alguns chamam mais a atenção como o “Inovação e & Negócios 2019”, que tem como tema “Hortaliças e Sustentabilidade” e discute a situação atual e as tendências do mercado relacionado ao cultivo orgânico de hortaliças, vamos trazer novidades para Brasília”, afirma.


A horticultura tem peso fundamental no desenvolvimento da economia do País e atinge em larga escala grande parte da população, pois envolve diretamente alimentos do dia a dia dos brasileiros. O potencial de crescimento é imenso, principalmente considerando que mais da metade da população brasileira não consome a quantidade mínima de frutas, legumes e vegetais (FLV), indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).


A horticultura tem peso fundamental no desenvolvimento da economia do País e atinge em larga escala grande parte da população, pois envolve diretamente alimentos do dia a dia dos brasileiros. O potencial de crescimento é imenso, principalmente considerando que mais da metade da população brasileira não consome a quantidade mínima de frutas, legumes e vegetais (FLV), indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).


Na cadeia de hortaliças, o último levantamento disponível, realizado pela Confederação da Agricultura e da Pecuária (CNA), apontou que dos US$ 20 bilhões movimentados pelo segmento em 2016, pouco mais da metade ficou com o produtor, ou seja, grande parte deste volume (45%) fica na distribuição e no varejo, principalmente em função do custo e das perdas com transporte e armazenamento. Atualmente, a produção de hortaliças é contemplada pelos planos voltados à agricultura familiar, e entre os desafios propostos para o setor está o combate aos crescentes custos de produção, através da adoção de boas práticas e do aumento da produtividade dos recursos empregados. E é exatamente isso que a Hortitec se propõe a estimular, reunindo os diversos elos da cadeia produtiva para apresentar a novidades, trocar experiências e organizar um planejamento sistemático que permitirá fazer mais com menos?.


Para a presidente é importante que os produtores estejam atualizados em todas as áreas. “Estar a par de processos de rastreabilidade, certificação e controles em todas as etapas da cadeia produtiva dos alimentos vai agregar valor para todos os participantes e levar mais profissionalismo para agricultura familiar”, reforça.








Jornalista Michelle Horovits